De acordo com a NR 16 a caracterização ou descaracterização da periculosidade é obrigação do empregador, a partir do laudo de periculosidade que tem como objetivo avaliar quais operações realizadas pelos empregados os colocam em risco ocupacional e indica se isso assegura a eles o pagamento de adicional de periculosidade, um direito garantido na NR 16.

As atividades consideradas de risco são aquelas que envolvem:

  • Artifícios explosivos
  • Manuseio de eletricidade
  • Presença de radiação
  • Produtos inflamáveis
  • Substâncias radioativas
  • Segurança pessoal ou patrimonial

*Todos os campos de preenchimento são obrigatórios

Outros programas

  • PCMSO

    De forma resumida, o programa de controle médico de saúde ocupacional é um conjunto de ações que visam proteger a saúde dos trabalhadores. A implementação do programa é geralmente feita...

    Veja mais
  • LAUDO DE INSALUBRIDADE

    De acordo com a Norma Regulamentadora 15 (NR15), configura-se como atividade insalubre aquela que expõe os trabalhadores aos agentes nocivos cujos danos são progressivos ao longo da vida; são práticas...

    Veja mais
  • LAUDO DE GERADOR

    Desde 2010 vigora na justiça trabalhista a periculosidade para aqueles trabalhadores que laboram em prédios com geradores. E, neste momento, o seu gerador de energia se transforma num gerador de...

    Veja mais