SEGURANÇA NO LABORATÓRIO

Antonio Carlos Vendrame

O laboratório não necessariamente precisa ser rotulado como o local onde se desenvolvem atividades insalubres ou perigosas. No entanto, é preciso vencer a barreira dos velhos hábitos, sair da zona de conforto e modificar alguns padrões praticados há décadas.

O primeiro problema é o armazenamento de reagentes no interior do laboratório. Centenas de litros de inflamáveis, oxidantes, ácidos e tantos outros são comumente armazenados no interior do laboratório, criando um perigo desnecessário.

Devem ser armazenados no interior do laboratório somente os produtos em uso. Os demais devem permanecer no almoxarifado. Igualmente não se deve armazenar produtos químicos no interior das capelas.

Peculiarmente, o laboratório é uma área onde dezenas ou centenas de produtos químicos são utilizados e manuseados, sem que a área de Higiene Ocupacional faça um efetivo controle das exposições dos trabalhadores. Alguns reagentes têm utilização limitada a gotas por ano; outros são litros por dia. Algumas análises são realizadas de forma instrumental, sem qualquer contato com o produto, outras na forma clássica, com exposição dermal e aérea aos reagentes.

Somente as boas práticas no laboratório eximirão os profissionais das exposições digestivas acidentais, que poderão se transformar em acidentes fatais.

Os equipamentos de proteção individual também podem elidir acidentes e doenças nas atividades quotidianas de um laboratório. Não deixe de utilizá-los!

Quer saber mais? A Vendrame Consultores lançou seu curso de segurança no laboratório para auxiliar no treinamento de seus profissionais de laboratório. Invista na segurança de seus trabalhadores, contrato nosso curso nas modalidades presencial ou EAD.

veja mais

QUADRINHOS DA PERÍCIA 2

QUADRINHOS DA PERÍCIA 2

  Publicado por Vendrame Antonio Carlos Engenheiro de Segurança do Trabalho, MSc e Diretor na Vendrame Consultoria em Segurança, Saúde e Meio...

Confira