SUAS ESCOLHAS DETERMINAM SUA VIDA

Exatamente. Muitos reclamam de suas vidas, mas não se lembram que lá atrás fizeram escolhas que os conduziram à atual situação. A primeira péssima escolha que fazemos é de não estudar. Alguns jovens não gostam de estudar e abandonam a escola cedo, para curtir a vida, para casar-se, para realizar seus projetos pessoais. Um pouco mais tarde, descobrem que o estudo é fundamental e, sem ele não há boas oportunidades… Voltam a estudar tarde, atrasam suas vidas e sofrem as consequências de suas escolhas.

Outros apesar de estudarem, escolhem errado a área e, posteriormente passam o resto da vida reclamando e dizendo que se tivessem optado por outra área, não estariam em condição tão ruim… Porém, seja em qual área for, se você for bom no que faz e se dedicar, terá destaque, recompensa e prazer.

Vamos falar da mais nobre das profissões: o professor. Quantos deles não se arrependem de sua escolha lá atrás? Mas se você for um professor dedicado, que ama seu trabalho, fatalmente será bem visto pelos alunos, pares de trabalho, diretores etc. Não há como alguém ficar anônimo durante muito tempo sendo um destaque de sua área. Por outro lado, conheço vários professores que deixaram de trabalhar em escolas e, montaram seu próprio negócio, como cursinhos pré-vestibular e reforço escolar e, se deram muito bem.

Ainda quanto aos estudos, muitos buscando um atalho, se formam naqueles cursos superiores com duração de dois anos. Outros até buscam uma pós-graduação enquanto fazem a graduação e, então saem para buscar um emprego. As empresas sabem que os “tecnólogos” possuem conhecimento bem inferior aos estudantes de um curso convencional de quatro anos. Então estes profissionais percebem que o atalho custará caro e, encontram emprego não é tão fácil para aqueles emergentes de cursos de dois anos.

Relativo à profissão escolhida acontece a mesma coisa. Seja você mecânico, pedreiro, padeiro, auxiliar de escritório ou vendedor, é preciso vocação para fazer um trabalho bem feito. É difícil encontrar um bom e honesto mecânico no mercado, da mesma forma que é custoso achar um pedreiro ágil e caprichoso. O mesmo acontece com o padeiro, veja o exemplo do chef-padeiro Rogério Shimura que foi eleito o melhor padeiro do mundo pela International Union of Bakers and Confectioners (UIBC), entidade que reúne associações do segmento da panificação de todo o mundo.

Uma vez eu disse numa reportagem que poderiam me tirar tudo o que eu tenho, meu dinheiro, minha empresa e, meus bens, deixando somente meu cérebro e me dessem um cargo de coletor de lixo. Em seis meses eu seria o Presidente do Sindicato dos coletores de lixo ou algo parecido. Podem tirar tudo o que eu tenho, mas me deixe o cérebro, que é de onde eu tiro as ideias que se transformarão em dinheiro.

Outro tipo de escolha é quanto ao trabalho formal e informal. Recente pesquisa do Ibope com 1.000 entregadores (iFood, Uber Eats e Rappi) mostrou que 70% preferem a modalidade de trabalho no qual você escolhe dia e horário para trabalhar, sem carteira assinada. Fica claro que este perfil de trabalhador não gosta do emprego formal, não tolera submissão e são avessos ao cumprimento de horários. Temos de respeitar as escolhas de cada um!

No entanto, aqueles que optam pelo emprego formal, com carteira assinada, possuem mais garantias, inclusive quanto às oscilações de mercado e salário. É inevitável afirmar que os trabalhadores formais proporcionam uma vida mais tranquila a sua família e a si próprios também. Mas novamente afirmamos, as escolhas de cada um determinam sua vida.

Temos outro exemplo claro de opção de vida: as diaristas. Cobram em média R$200,00 por dia, o que resulta num salário mensal de R$4.000,00, o que num primeiro momento está ótimo, até mesmo pelo pequeno grau de instrução que possuem. Se vangloriam de ganhar mais que uma balconista, uma operária de fábrica ou até mesmo de uma professora em início de carreira. No entanto, como não possuem os benefícios da Previdência Social jamais se aposentarão e, não têm qualquer benefício em caso de acidente, além da ausência dos direitos trabalhistas como férias, 13º salário e outros. Escolhas que parecem atraente no curto prazo, podem ser desastrosas no longo prazo.

Finalizando, suas escolhas determinarão sua vida! Escolha consciente para não se arrepender no futuro. Suas escolhas determinam seu futuro! Escolha pensando no longo prazo. Não permita que escolham por você! Seja o dono de sua vida!

 

Publicado por

Engenheiro de Segurança do Trabalho, MSc e Diretor na Vendrame Consultoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente.

veja mais

veja mais