SAIBA QUAIS AS PRINCIPAIS AÇÕES DA CIPA EM HOSPITAIS E COMO PROMOVEM A SEGURANÇA DO AMBIENTE

Hoje é dia de falar sobre as principais funções da CIPA em hospitais. A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é o grupo responsável por estabelecer regras para regulamentar as funções laborais dentro de hospitais. Todas as ações das CIPAS são voltadas para a segurança dos ambientes e para a prevenção de acidentes e doenças que possam acometer os trabalhadores.

A comissão é obrigatória a tais estabelecimentos de saúde, sendo prevista pelo Artigo 163 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e regulamentada pela norma nº 05, aprovada pela Portaria nº 3.214, de 08 de junho de 1978, e atualizada pela Portaria SIT nº 247, de 12 de julho de 2011, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). 

Dentro do território nacional, as CIPAS respondem às estipulações dadas pelo MTE que determina as atribuições, composição e funcionamento dos grupos. As comissões devem ser formadas por representantes dos empregados e empregadores, sendo que o mandato é de um ano e a reeleição é possível. 

Principais funções da CIPA em hospitais

As principais ações da CIPA em hospitais têm como objetivo principal evitar acidentes e doenças ocupacionais. Em outras palavras, os membros devem analisar em conjunto quais são as condições de riscos de cada ambiente, divulga-los e apresentar medidas para diminuí-los ou até eliminá-los. Além disso, cabe à CIPA auxiliar o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT). 

Dentre as atribuições estão:

  • Identificar os riscos nas funções ocupacionais;
  • Desenvolver o mapa de risco conforme condições de cada setor;
  • Formular soluções de problemas e ações preventivas aos riscos identificados;
  • Avaliar impactos que podem se ocasionar de alterações nos ambientes de trabalho;
  • Realizar análises periódicas dos riscos nos estabelecimentos.

Importância da CIPA em hospitais

Além de elaborar e aplicar medidas de prevenção de riscos que visam proteger a saúde dos trabalhadores, as ações da CIPA em hospitais acabam promovendo muito mais do que a segurança do ambiente. Todas as regras estabelecidas pela comissão são baseadas em cálculos das condições de trabalho que levam em consideração riscos físicos, químicos e biológicos. 

Dadas as circunstâncias de trabalho em estabelecimentos de saúde, tal fator é fundamental para o bom desempenho dos funcionários ao exercerem suas funções. Portanto, ao elaborar medidas de caráter preventivo para doenças e acidentes, as ações da CIPA em hospitais também diminuem o número de sinistros significativamente. 

Como resultado de tudo isso, a produtividade dentro destes ambientes também aumenta, uma vez que o local de trabalho promove a segura de seus colaboradores, estes se sentem mais motivados durante o período laboral. 

 

veja mais