O QUE É PARCERIA?

Ouço muito esta palavra. A todo tempo pessoas me propõem parceria. A primeira pergunta que faço é: qual seu conceito sobre parceria? Normalmente as pessoas não sabem responder de imediato. Então complemento: parceria é algo que é bom para as duas partes. A partir do momento que uma das partes se sentir prejudicada, não mais se trata de parceria.

A relação de parceria tem necessariamente de ser do tipo ganha-ganha. E, quando alguém quer ganhar mais que seu parceiro, a parceria está fadada a acabar. É assim na vida pessoal, é assim nos negócios. Casais que ganham juntos eternizam sua relação, quando ocorre o descontentamento de um lado, logo vem a separação. Quando uma das partes quer estender sua parceria para outras pessoas, isto é adjetivado de traição e, também ocorre a ruptura do casamento ou união.

Nos negócios a parceria se dá sob diversas formas: (i) emprego, (ii) sociedade, (iii) associações de empresas, (iv) colaboração para fim comum e tantas outras.

O emprego representa a parceria mais comum entre pessoas. De um lado o empregador, do outro o empregado. Não se trata de um simples contrato comutativo, onde um vende sua força de trabalho e outro paga por esta compra. Se não houver parceria de ambos os lados, o empregado pede demissão ou o empregador demite o empregado.

A parceria no emprego é o ânimo para alcançar um fim comum: um resultado empresarial. Para que este resultado aconteça é preciso que as duas partes coloquem o interesse da empresa acima do interesse particular. No entanto, voltamos a afirmar, a parceria tem que ser boa para ambos os lados.

A sociedade é outra forma bem comum de parceria entre pessoas, que se unem para explorar uma atividade comum. Se a parceria não existir entre os sócios, a sociedade não será perene. É por falta de parceria que muitas sociedades acabam cedo. Quando um sócio quer obter vantagem sobre o outro, encerra-se a parceria e, em consequência, a sociedade.

Com as associações entre empresas é a mesma questão. Quando duas empresas se unem, ambas esperam resultado positivo desta sinergia. Se somente uma lucra, acabou-se a parceria. Ninguém é uma ilha que consegue viver isolado. Todos precisamos de parceria com outros para alcançarmos um objetivo.

Lamentavelmente no Brasil ainda persiste o velho “bairrismo” existente em algumas localidades. Vivemos num mundo globalizado onde não cabe mais o “bairrismo” praticado por alguns. Se eu não consigo parceria com meus vizinhos, vou buscá-la até mesmo em outro continente, uma vez que oceanos não mais oferecem obstáculo para a parceria.

Finalizando, quando for propor uma parceria, vá preparado para oferecer algo e, não somente em receber vantagem. Não subestime o outro lado. Lembre-se que o outro lado está pensando o mesmo que você… E aí? Vamos fazer uma parceria?

Publicado por

Vendrame Antonio Carlos
Engenheiro de Segurança do Trabalho, MSc e Diretor na Vendrame Consultoria em Segurança, Saúde e Meio Ambiente

veja mais