ENTENDA A DIFERENÇA ENTRE ATOS INSEGUROS E CONDIÇÕES INSEGURAS

Dentro do universo da segurança do trabalho, atos inseguros e condições inseguras possuem importantes diferenças. Estes são dois conceitos específicos, que dizem respeito tanto a forma como o funcionário se comporta no ambiente de trabalho quanto os possíveis problemas nas condições que ele tem para desempenhar sua função. Por isso veja mais informações sobre o assunto a seguir e saiba como diferenciar cada uma dessas situações.

Diferenças entre atos inseguros e condições inseguras

Apesar das duas circunstâncias envolverem os riscos de acidente no trabalho, o que as diferencia são suas causas principais. Sendo assim, entenda melhor a seguir.

O que são atos inseguros?

Comportamentos provocados pelos funcionários, que podem ser responsáveis por causar acidentes ou trazer problemas de saúde para eles. Entre os principais se destacam, por exemplo:

  • Brincadeiras irresponsáveis durante o desempenho da função;
  • Manutenção negligente de máquinas, principalmente quando estiverem funcionando;
  • Não uso dos EPIs, ou danificação dos equipamentos sem substituição prévia;
  • Uso de ferramentas e máquinas de forma inadequada;
  • Execução de serviços que vão além das capacidades do trabalhador.

O que são condições inseguras?

Ao contrário dos atos inseguros, elas não têm relação alguma com o comportamento do trabalhador e sim com o ambiente de trabalho em si. Entre estas estão, por exemplo:

  • Falta de uma proteção adequada dentro do setor e do ambiente de trabalho;
  • Máquinas ou equipamentos defeituosos, cujo uso não seja seguro;
  • Empilhamento de itens inseguro, sem a logística de proteção adequada;
  • Projetos ou construções que não apresentem condições de segurança ao trabalhador;
  • Pisos e escadas defeituosas, que podem causar acidentes para o funcionário.

Sendo assim, é importante saber que essas condições são diferentes dos riscos ocupacionais que o trabalhador tem ao exercer determinadas funções.

Informações importantes sobre o assunto

Atos inseguros e condições inseguras são fatores que podem causar acidentes de trabalho muito graves, ou mesmo fatais. Assim sendo, é muito importante que você considere fatores como o evento ocorrido, a atividade que o trabalhador desempenhava no momento do acidente e as circunstâncias que o levaram a ele.

De acordo com a Lei 8.213 de 1991, o acidente no ambiente de trabalho ocorre quando o funcionário está no exercício de sua função, independentemente das circunstâncias que o causaram. Dessa forma, para evitar acidentes por atos inseguros e condições inseguras, siga as seguintes dicas:

  • Promova a conscientização aos funcionários sobre o comportamento adequado no exercício de suas funções;
  • Garanta que o ambiente de trabalho traga as condições de saúde e de segurança que são necessárias para os trabalhadores;
  • Desenvolva análises periódicas para identificar todo e qualquer risco de acidente de trabalho que pode advir de atos inseguros e condições inseguras.

Por fim, uma dica muito importante para conseguir levar esses cuidados adiante é contar com uma empresa especializada. Assim sendo, entre em contato com a Vendrame quando você precisar de um suporte na área de segurança do trabalho. Oferecemos o melhor em atendimento e excelência, para suprir todas as demandas de seu empreendimento.

 

veja mais

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

Temos recebido constantemente questionamento das empresas acerca da inserção no PPRA, na seção do risco biológico, do SARS-CoV-2, causador da atual pandemia...

Confira

veja mais

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

Temos recebido constantemente questionamento das empresas acerca da inserção no PPRA, na seção do risco biológico, do SARS-CoV-2, causador da atual pandemia...

Confira