A IMPORTÂNCIA E COMO DESENVOLVER UM LTCAT PARA HOSPITAL

O desenvolvimento do LTCAT para um hospital faz toda a diferença para os profissionais que trabalham no setor. O Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho assegura que os funcionários possam desempenhar suas respectivas funções sem que coloquem em risco a sua saúde e integridade física e psicológica. Assim sendo, saiba mais informações sobre este assunto a seguir e veja porque a Vendrame é a melhor escolha na área de segurança do trabalho.

Sobre o LTCAT para hospital

O hospital é um ambiente que pode trazer vários riscos e problemas para a saúde de seus funcionários. Isto porque o local conta com diversos setores que envolvem o contato dos profissionais com pacientes que tenham doenças infectocontagiosas. Além disso, podem haver diversos fatores no ambiente que prejudicam as condições físicas e psicológicas do trabalhador.

É importante lembrar que o LTCAT é obrigatório de acordo com a Lei 9.732 de 1998. E quando se trata de elaborar esse laudo para um hospital, algumas considerações se fazem necessárias:

  • Técnicos especializados em segurança do trabalho devem verificar o ambiente para emitir o laudo. Para isto, eles têm como base as condições dadas aos funcionários;
  • Além de levar em conta os riscos de exposição a doenças, o LTCAT também considera condições ergonômicas, de claridade e de conforto para os trabalhadores;
  • Tudo isto se soma a questões de limpeza do ambiente, uso de EPIs, organização logística adequada e nível de preservação dos próprios pacientes.

Caso o hospital não tenha um LTCAT, a lei estabelece multa para a instituição, que pode variar de R$ 991,03 a R$ 99.102,12. Isto porque o laudo tem como principal objetivo eliminar ou reduzir os riscos presentes no ambiente de trabalho.

Como elaborar o LTCAT para hospital

A forma mais eficiente de fazer isto é por meio das orientações da Na NR 15, que diz respeito a atividades e operações insalubres. Dessa forma, a expertise de um médico profissional da área de segurança do trabalho faz toda a diferença.

Para que você possa contar com esse documento para o hospital, o responsável por elabora-lo deve levar em conta informações como por exemplo:

  • Nível de ruídos no ambiente;
  • Exposição ao calor;
  • Exposição a agentes nocivos de naturezas diversas;
  • Nível de radiação;
  • Presença de frio ou humidade no ambiente de trabalho;
  • Nível de agentes biológicos;
  • Condições ergométricas;
  • Condições de pressão hiperbárica.

Uma dica final muito importante

Todos os fatores acima citados são analisados a partir da realização de um estudo aprofundado sobre o ambiente de trabalho em si e seus arredores. Assim sendo, na hora em que precisar elaborar o LTCAT para hospital, conte com a ajuda da Vendrame. Oferecemos as melhores soluções para atender todas as suas demandas.

Portanto, entre em contato conosco hoje mesmo e descubra como podemos lhe ajudar. Garantimos os resultados que você precisa para todos os aspectos que estão relacionados com a área de segurança do trabalho. Sendo assim, estamos esperando por você e ficaremos felizes em ajuda-lo.

 

veja mais

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

Temos recebido constantemente questionamento das empresas acerca da inserção no PPRA, na seção do risco biológico, do SARS-CoV-2, causador da atual pandemia...

Confira

veja mais

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

COVID 19 DEVE CONSTAR NO PPRA?

Temos recebido constantemente questionamento das empresas acerca da inserção no PPRA, na seção do risco biológico, do SARS-CoV-2, causador da atual pandemia...

Confira