A Importância da Gestão de Áreas Contaminadas

gestão de áreas contaminadas

O avanço da tecnologia nos últimos anos impactou positivamente a expansão das indústrias. O aumento das atividades industriais, o crescimento populacional e o alto consumo de recursos naturais são responsáveis por parte da degradação ambiental atual. E isso exige uma boa gestão de áreas contaminadas para controlar o problema.

Certamente, um ecossistema equilibrado depende das ações individuais dos cidadãos, mas também de políticas de gestão ambiental eficientes. Tais políticas garantem a gestão de áreas contaminadas para reduzir os níveis de poluição.

Neste artigo da Vendrame – Segurança do Trabalho, Saúde e Meio Ambiente, você vai saber o que é gestão de áreas de contaminadas e como isso beneficia o cenário ambiental.

Do que trata a Gestão de Áreas Contaminadas?

Dentro de um projeto de gerenciamento de área contaminada, a avaliação de risco é um recurso fundamental para determinar o nível máximo de concentração aceitável de agentes contaminantes.

Os dados dados sobre os contaminantes são coletados durante a avaliação e a investigação ambiental, com a finalidade de fixar medidas de intervenção. Essas medidas servem para conter e controlar a contaminação, reduzindo o efeito do contaminante no meio ambiente.

Esse tipo de gestão se tornou aplicável a partir da Resolução CONAMA nº 420, de 28 de dezembro de 2009. A Resolução estabeleceu a adoção de medidas que avaliem as características da área e os possíveis impactos sofridos por ela.

Isso proporcionou os recursos ideais e as informações corretas para levar as melhores formas de intervenção.

O que podem ser consideradas Áreas Contaminadas?

De acordo com o site do Ministério do Meio Ambiente, áreas contaminadas incluem edificações, instalações, terrenos e quaisquer locais onde existam concentrações de resíduos ou substâncias que possam causar prejuízos às pessoas ou ao meio ambiente.

De modo geral, essas substâncias podem ser infiltradas, acumuladas, depositadas, armazenadas ou enterradas de forma natural, planejada ou proposital.

Como a Gestão beneficia o Meio Ambiente em geral?

O gerenciamento ajuda a reduzir os impactos sobre o meio ambiente, amenizando os riscos para a população. De certo modo, isso é possível porque a Resolução CONAMA nº 420 aborda também critérios que orientam sobre a qualidade do solo e a presença de substâncias químicas nele.

Esse tipo de projeto de gestão é muito utilizado por empresas públicas e privadas – como a Vendrame – para analisar áreas urbanas contaminadas, incluindo lixões e aterros sanitários.

Áreas como essas podem desvalorizar imóveis próximos e  gerar riscos à saúde da população vizinha.

A Vendrame  – Segurança do Trabalho, Saúde e Meio Ambiente é especialista em projetos e estudos de gestão de áreas contaminadas.

Fale com a nossa equipe e saiba mais sobre os benefícios gerados por esse trabalho!

Avaliação
Fechar Menu